Por que uma pessoa se torna vegetariana

Por que uma pessoa se torna vegetariana?

Segundo os adeptos da alimentação vegetariana, o consumo de alimentos de origem animal é uma prática desnecessária porque:

– prejudica a saúde humana
– é um atentado á vida dos animais
– danifica o meio ambiente
– prejudica a sociedade.

São diversos os motivos levam as pessoas a aderirem ao vegetarianismo:

Saúde:
Uma dieta vegetariana bem planejada pode trazer benefícios à saúde. Ela é rica em vitaminas, minerais e fibras, enquanto é pobre em gordura saturada e colesterol, sendo capaz de contribuir para a prevenção de várias doenças.

Ética:
Alguns vegetarianos deixam de comer carne por respeito á vida dos animais. Acreditam que seu sacrifício para fins alimentares é uma crueldade desnecessária.

Meio Ambiente:
A produção de alimentos de origem animal causa grande impacto negativo ao meio ambiente como poluição dos mananciais aquíferos, devastação das florestas, produção de resíduos entre outros.

Fome Mundial:
Estudos demonstram que a transição do consumo de produtos animais para o consumo de alimentos vegetais disponibiliza terras e recursos suficientes para alimentar adequadamente toda a população mundial que passa fome.

Religião:
Algumas religiões e filosofias são favoráveis ao vegetarianismo. A Igreja Adventista do Sétimo Dia, por exemplo, recomenda uma dieta ovo-lacto-vegetariana com ênfase em alimentos integrais, o Hinduísmo e todas as filosofias indianas pregam uma dieta lacto-vegetariana, a filosofia Seicho No Ie orienta que não adianta auxiliarmos os seres humanos, se não nos preocupamos com o planeta, devemos amar todos os seres viventes.
O Cristianismo recomenda restrição de carne na época da semana santa. No Judaísmo há uma rigorosa orientação com relação aos alimentos. Entre os alimentos impróprios para consumo o considerado mais impuro é a carne de porco. Outras religiões fazem referências à maneira que os alimentos devem ser cultivados e colhidos ou, até mesmo, compostos no prato.