Os Benefícios da Mastigação

Os benefícios da mastigação:

Durante a mastigação  iniciamos o processo de digestão, exercitamos os músculos da face, facilitamos o processo de absorção dos nutrientes contidos nos alimentos, saboreamos e lubrificamos os alimentos para chegarem ao estomago. Quanto mais mastigarmos os alimentos mais aproveitaremos o sabor da comida.
Devemos sempre estar presentes naquilo que fazemos.
No ato da alimentação prestar atenção no que ingerimos, valorizar o olfato sentido aquele cheirinho gostoso do alimento, estar presente no olhar, sabendo o que vamos comer, de que maneira e apreciando a arte, as cores e as formas do que vamos ingerir. Devemos estar presentes na audição, na boa companhia ou boa música, ou no silêncio, em nossa própria- e boa- companhia. Estar presentes no paladar, apreciando o alimento, descobrindo os novos sabores. Devemos estar presentes no tato mastigando bem os alimentos.

A mastigação e a digestão:

Quanto mais mastigarmos os alimentos, mais nosso organismo absorverá os nutrientes, e melhor será a nossa digestão.
Quanto menos mastigarmos os alimentos, mais lenta e será a digestão, causando desconfortos digestivos.
O processo da mistura da saliva com os alimentos é a primeira faze da digestão. Portanto quanto mais mastigarmos os alimentos e o misturarmos á saliva, mais eficiente será a digestão.

A mastigação e higienização dos dentes:

Quando mastigamos alimentos sólidos como frutas de consistência rígida e hortaliças cruas ajudamos no processo de limpeza dos dentes.

Mastigação e os músculos da face:

O nosso rosto precisa de exercícios e a mastigação é um dos principais deles, o ato de mastigar fortalece a mandíbula e outros músculos da face evitando problemas posteriores com esta musculatura.

Papilas gustativas:

A sensibilidade das papilas gustativas diminui com a idade assim como o olfato e paladar. Acrescentar mais sal á comida para sentir melhor seu sabor não é aconselhável. Utilize mais ervas aromáticas, condimentos e temperos que realçam o sabor dos alimentos.

Alimentação e os dentes:

Uma alimentação rica em cálcio ajuda a fortalecer os dentes. Leite, queijos, iogurte e sardinha consumida com a espinha (muito bem cozida) vegetais folhosos de coloração verde escura são alimentos ricos em cálcio.
Alimentos como café e alguns refrigerantes que contém  cafeína devem ser consumidos com moderação. Excesso de cafeína pode diminuir a absorção do cálcio.

A mastigação dos idosos:

Os idosos, muitas vezes sem dentes e com dentadura, sentem dificuldade em mastigar os alimentos mais consistentes, e acabam optando por alimentos bem cozidos ou já triturados. Mesmo assim devem se esforçar para mastigar os alimentos pois mesmo já triturados, ainda necessitam ser misturados á saliva para que ocorra uma boa digestão.

Revisão dentária

Ás pessoas que usam dentadura postiça podem enfrentar dificuldades na mastigação e deglutição. É necessário visitar regularmente um dentista pois o formato da boca e das gengivas muda á medida que envelhecemos. Quando as dentaduras não se ajustam bem á boca, podem causar lesões doloridas, ocasionando dificuldade de alimentação.

A mastigação dos “apressados”

Muitas pessoas por motivos pessoais, ou profissionais, reservam pouco tempo de sua vida para alimentação e fazem lanchinhos às pressas ou almoçam em poucos minutos, e acabam esquecendo de mastigar os alimentos. Este ato pode  dificultar a digestão fazendo com que os alimentos não sejam aproveitados pelo organismo como deveriam.