Filosofando sobre a idade

O corpo carnal pode ter uma certa idade. Nascemos em determinada data, em tal ano, e hoje temos “X” anos.

Mas nossa mente é livre. Se quisermos manter a eterna juventude, respeitemos o nosso corpo na idade que tem, mas mantenhamos a eterna juventude da alma, na mente.

A característica da juventude da alma está na “força que faz avançar”.

O que nos mantém jovens, é a constante renovação das idéias e dos ideais.

Aonde brotam idéias constantes, não há envelhecimento.

Somos livres para criar, somos livres para aprender, somos livres para sonhar e concretizar nossos sonhos, não importa a idade.

Idealize sempre um grande sonho.

Graças aos novos conhecimentos sobre cuidados com a saúde e alimentação equilibrada, as expectativas com relação ao envelhecimento se transformaram.

Independentemente de sua idade, você pode viver plenamente, de maneira prazerosa e feliz.

Ao aceitar com bom humor e dignidade as alterações fisiológicas que estão acontecendo naturalmente com o avanço da idade, mantendo o equilíbrio emocional é possível e muito importante desfrutar uma velhice saudável e feliz. Importante não só para você como para todas as pessoas que te rodeiam.

A idade avança e nos traz o presente da sabedoria e um brilho especial na alma, que se reflete em nosso corpo, como beleza especial desta idade.

Ser feliz é uma opção independente da idade.