Compostagem ( adubo orgânico)

Compostagem é o método de decomposição de restos orgânicos ( alimentos, folhas, etc) que após um período de cura vira uma massa preta rica em nutrientes, ótima para o enriquecimento do solo e para o cultivo de plantas.

Este método é usado há milhares de anos pela humanidade e ainda é muito comum em cidades rurais, perfeitamente aplicável em áreas urbanas

A compostagem não produz mal odor, e não requer um espaço muito grande (cerca de 2 metros quadrados).

Veja algumas vantagens do sistema de compostagem:

  • A compostagem fornece um material rico em nutrientes que melhora o desenvolvimento de plantas e jardins.
  • O composto atua no solo como uma esponja, ajudando-o a reter a humidade e os nutrientes.
  • O composto ajuda a melhorar as características dos solos, quer sejam argilosos ou arenosos, concedendo-lhes outra estrutura.
  • Os solos ricos em composto são menos afetados pela erosão.
  • O uso de composto aumenta os nutrientes desse solo, reduzindo a utilização de fertilizantes químicos.
  • A compostagem dos resíduos reduz significativamente a quantidade de resíduos nos aterros.
  • Não requer conhecimentos técnicos ou equipamentos.

A Compostagem pode ser feita em recipientes plásticos (de preferência baldes pretos, pois retêm mais calor e isso ajuda no processo da compostagem), ou em um pedaço de terra (buraco de cerca 50 cm de profundidade) reservado para compostagem. Deve-se sempre ter 2 áreas de compostagem reservadas, para que possa ocorrer o tempo de cura (6 meses).

Embora haja controvérsias sobre alimentos de origem animal, todo resto de alimento e plantas pode ser usado para fazer a compostagem.

Caso vá usar restos de alimentos de origem animal como casca de ovos e ossos, tente triturá-los antes de jogar no compostor, pois isso acelera o processo de decomposição para a compostagem.

A Composteira deverá ser mantida em um local com iluminação abundante.

Vá depositando material na composteira a cada 2 ou 3 dias, mantenha húmida, porem não encharcada (se ficar muito húmida ela poderá exalar um odor desagradável, e se ficar seca o processo de compostagem será muito lento), mexa toda a massa porque ao mexer ela oxigena e não produz mal odor.

Mantenha 2 composteiras e alterne o depósito de material a cada 6 meses, mas mexa e humidifique ambas.

Após seis meses de cura você já pode adicionar os compostos em hortas ou vasos de plantas.

A compostagem reduz a quantidade de lixos em aterros e mantém o material reciclável limpo o que aumenta o valor comercial dele.

7 Comentários

  1. […] Os alimentos são adubos naturais fundamentais para a nutrição do solo (ver matéria sobre compostagem). […]

  2. Paulo Fernandes disse:

    Prezados,
    Estou tentando descobrir se é permitido fazer compostagem de resíduos em área urbana. isto é, existe alguma legislação que trate disso? Será necessário pedir licença à prefeitura?
    Agradeço se puderem me informar.

    Atenciosamente
    paulo

  3. Oi Paulo,

    A resposta depende das seguintes perguntas:
    – Você quer fazer compostagem em qual escala?
    – É uma compostagem doméstica ou de um condomínio ou empresa?

    Pequenas composteiras para processamento de papel e resíduos de alimentos não animais podem ser feitos em recipientes especiais, são de rápido processamento(6 meses em média) e não contaminem o solo. Estes podem ser feitos no seu quintal sem problemas.

    Composteiras de grande porte exigem obra escavamento da piscina de lodo, isolamento impermeável pra impedir a contaminação do solo e lençóis d’agua, Cada Município trata isso de uma forma, é necessário o departamento que regulamenta obras em sua cidade para saber qual a legislação local sobre o assunto.

    Att
    Karin Zan

  4. Lucio Resende disse:

    Senhores,
    preciso dar destino a restos de comida de um refeitorio que fornece 1200 refeições por dia. Tenho dificuldade para conseguir material verde para misturar a esse material. Jogar cal virgem, interfere no processo? Qual a melhor maneira de fazer a compostagem deste material??

    Na aguardo

    Lucio

  5. Oi Lúcio,

    Antes de responder as suas perguntas vou fazer mais algumas:
    Você fará a compostagem em espaço próprio?
    Qual o volume de resíduos em quilos que são geados por dia no refeitório?
    Já adotaram técnicas de controle para tentar diminuir a taxa de desperdício? Tabelas diárias com quantidades dispensadas de cada alimento confrontadas por período do ano e dia da semana podem ajudar muito na redução de desperdício. Mais importante que um destino adequado aos resíduos é evitar a geração deles.

    Sobre a compostagem:
    Você pode fazer parcerias com marcenarias, eles tem muitos resíduos ricos em carbono (lascas e serragem de madeira).

    At.
    Karin Zan

  6. olga Pequeno disse:

    Obrigada pelas informações, pois estou trabalhando com alunos da escola publica,tentando conscientizar que os resíduos,podem ser transformados em benefícios. Abraço fraterno qualquer informação será bem vinda.

  7. Oi Olga,
    Obrigada por postar. Caso queira compartilhar os resultados se seu trabalho na escola envie fotos e depoimentos que eu compartilho aqui no blog.