Cebola

A Cebola na Biologia:

Pertence à Família ALLIUM, junto com o alho, alho poro e cebolinhas, correspondente a uma gema calinar aérea, protegida por numerosas folhas sobre postas. O conjunto de folhas chama-se Bulbo.

História da Cebola:

Alexandre o Grande utilizava cebolas para fortalecer as tropas. Nas tumbas egípcias aparecem pinturas de cebolas em grandes quantidades. Consta nas escrituras hebraicas que os judeus procuravam ansiosamente a cebola após a saída do Egito.

Hoje em dia são utilizadas em todos os tipos de preparações: Assadas, fritas, cozidas, cru, sopas, temperos, grelhadas, etc. Tornam-se adocicadas após a cocção.

Aquisição e armazenagem da Cebola:

– Devem ser firmes.

– Estocadas em local fresco e seco, não devem ser armazenadas na geladeira.

– Evitar exposição á luz, pois esta provoca sabor amargo.

– Não devem ser estocadas próximas as batatas, que desprendem umidade e um gás, que faz com que as cebolas se estraguem rapidamente.

– Devem ser firmes, com a pele crocante e seca.

– Não adquira quando estiver mole nas extremidades, com pontos negros (mofo) ou brotando.

– Adquira a cebola no tamanho proporcional á quantidade de alimento a ser preparada evitando assim sobras de cebolas cortadas na geladeira.

Porque choro quando corto cebola?

Ao ser cortada, o enxofre da cebola combina-se com as enzimas, liberando o ácido sulfúrico que leva o olho a lacrimejar. Este choro, limpa as vias respiratórias congestionadas durante a gripe, e “lava os olhos”.